top of page
  • Foto do escritorJanete Cardoso

'No Automático' discute a educação mais criativa

Em um dia qualquer, fui procurada por um jovem, o estudante Universitário João. Ele me falou que gostaria de conversar sobre o que ele estava planejando dom os sues colegas. Naquele momento, eu estava mergulhada em atividades e desafios do semestre letivo, porém isso não me impediu de dizer sim a eles. Depois da primeira conversa com João Mota, conheci os dois outros colegas. Ao ouvir esses três jovens sobre os seus anseios e sonhos, uma frase dita por um dele me fez prestar mais atenção ainda no que eles me diziam. Um deles expressou a seguinte ideia: "a escola, no Ensino Médio, não nos permitiu pensar e criar, mas ela nos possibilitou outras coisas e por isso, hoje, queremos ajudar a construir um pensando de uma educação mais crítica". Coincidentemente, eu coordeno a implementação do Novo Ensino Médio em uma escola da rede privada do DF, e também trabalho no Ensino Superior com estudantes do curso de pedagogia e outras licenciaturas, e isso me permitiu estabelecer uam sintonia com o projeto. Não pude me furtar de ajudar esses jovens a fazer dessa ideia algo concreto.

E assim, nasceu o workshop 'No Automático', com a proposta de discutir como estamos fazendo as nossas escolhas: conscientes ou no automático? E que oportunidades temos para revisitar as nossas escolhas e construir escolhas mais assertivas e consistentes com os nossos sonhos e propósitos.

Participantes do Workshop 'No automático'

E no dia 30 de junho, em uma noite fria de inverno, João Mota, João Monteiro e Lucas Menescal aqueceram o debate com questionamentos e referências importantes sobre o processo de educação que, por vezes, nos constitui como sujeitos que agem no automático. Durante o workshop, eles apontaram caminhos para que sejam repensados os processos educacionais e construídas alternativas para um pensar e um agir com consciência e criticidade.

Pensar tal propósito de construir espaços para escolhas assertivas e ter condições de ler os processos que nos constituem, de forma mais crítica, não se esgotou nesse workshop. Pelo contrário, nos levou a linkar com outros espaços do Instituto Kaplun, onde temos um curso que trata de forma mais aprofundada as escolhas, as decisões e o projeto de vida.

Deixo aqui dois convites:

Seja bem-vindo/a aos nossos espaços de conversas, trocas e aprendizados.


31 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page